Últimas notícias:

Está na mídia:

PROJETO INVESTIGA FIBRAS BIOSSINTÉTICAS


A iniciativa vai investigar, testar e validar alternativas de polihidroxialcanoatos ou fibras de polímeros PHA. Estas fibras são descritas pela iniciativa de moda sustentável como tendo o potencial para reduzir as emissões de carbono na cadeia de aprovisionamento da moda.

Está na mídia:

WALMART APRESENTA SOUTIEN FEITO DE CANA-DE-AÇÚCAR


A retalhista americana lançou o que afirma ser o primeiro soutien obtido a partir de cana-de-açúcar brasileira, como parte de uma parceria com a produtora de vestuário íntimo Gelmart International. A nova linha, batizada Kindly, surge como uma tentativa mais ampla de tornar a sustentabilidade acessível a todos.

Está na mídia:

O MERCADO DE SEGUNDA MÃO PODE SALVAR A MODA?


As falas e promessas sobre o potencial do mercado de segunda mão ser um futuro para o consumo de moda sustentável tem se tornado mais e mais frequentes. No entanto, o que antes parecia apenas uma tendência ou possibilidade tem se tornado uma realidade cada vez mais próxima e tangível, com um grande aumento do market share do mercado de segunda mão e projeções ainda mais promissoras e o surgimento de mais startups com foco nesse segmento do varejo de moda.

Está na mídia:

A ROUPA TÁ ON: A MODA DA NOVA GERAÇÃO NO MUNDO DIGITAL


Por muito tempo a moda se viu estagnada na busca de experimentações. Enquanto as possibilidades de silhuetas já pareciam esgotadas e as referências de décadas eram revistas a cada movimento de tendências, a criação tecnológica se esforçava para desenvolver opções têxteis e a discussão se encaminhou para o mundo da sustentabilidade dentro de uma indústria hiperprodutiva.

Está na mídia:

ARTE TÊXTIL CONTRA O CÂNCER


O projeto nasceu em 2018, entre os corredores do Instituto Português de Oncologia (IPO) e a Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, quando Inês Carrelhas, também ela vitima do cancro da mama, fazia os tratamentos contra a doença. Com esta exposição, a artista pretende sensibilizar o público para temáticas relacionadas com o cancro de mama.

Está na mídia:

ALGODÃO EM AGROFLORESTA QUER TRANSFORMAR A INDÚSTRIA TÊXTIL


Sistema agroflorestal combina algodão, frutas e espécies madeireiras. Uma parceria entre o hub de inteligência florestal Pretaterra e a com a Farfarm, empresa brasileira especializada em projetos de supply chain regenerativos, foca no cultivo de algodão em sistemas agroflorestais.

Está na mídia:

DO TECIDO A UM NOVO CICLO DE TRANSFORMAÇÃO DO MEIO AMBIENTE


Desde 2013, a Retalhar diminui o impacto negativo criado pelo descarte de tecido na natureza. Hoje, a empresa quer ir além: pretende aumentar o impacto positivo. A diferença parece pequena, apenas um jogo de palavras, mas não é. Jonas Lessa, CEO da Retalhar, é filho de jornalista e psicóloga, então aprendeu a sempre escolher muito bem as palavras. Fala com tranquilidade e explica o que pretende: “Antes a Retalhar ‘só’ aproveitava restos de tecidos para criar produtos limitados. Agora, a empresa tem uma nova missão: contribuir com a economia circular, repensando a forma de criar produtos desde o início, para que eles sejam bem recuperados e voltem a ser matéria-prima durável”.

Está na mídia:

HAMILTON COMPRA MESA NO MET GALA 2021 E CONVIDA JOVENS DESIGNERS NEGROS


Não é de hoje que Lewis Hamilton é atento às questões raciais. No MET Gala 2021 não foi diferente. O piloto sete vezes campeão mundial da Fórmula 1 comprou uma mesa no evento da moda mais badalado do mundo e convidou jovens designers negros. A festa acontece no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, nos Estados Unidos.

Está na mídia:

CARBONO NEUTRO: O QUE SIGNIFICA NA PRÁTICA O MOVIMENTO AO QUAL A INDÚSTRIA DE MODA BRASILEIRA VEM ADERINDO


A Pantys foi a primeira marca de moda brasileira a adotar a etiqueta carbono neutro, no ano passado, enquanto a Amaro anunciou recentemente que passa a ser uma empresa carbono negativo. Mas o que isso significa na prática? Fernanda Simon, editora contribuinte de sustentabilidade da Vogue, esclarece.

Está na mídia:

POR QUE UMA REVOLUÇÃO NA MODA É TÃO URGENTE


Estamos vivendo uma emergência climática. Isso significa que se durante a próxima década não houver uma mudança radical em como habitamos este planeta, podemos enfrentar catástrofes seríssimas e até deixarmos de existir. Segundo especialistas em biodiversidade da Plataforma Intergovernamental de Política Científica sobre Serviços de Biodiversidade e Ecossistemas da ONU (IPBES), 75% do meio ambiente terrestre já foi degradado e 66% do marinho também. Perante essa triste realidade, a moda se apresenta como um importante agente de transformação, tanto no âmbito lúdico, como representação cultural e expressão, mas também como produto, consequência de uma longa e complexa cadeia de valor.

Está na mídia:

SE O MUNDO É CADA VEZ MAIS SINTÉTICO, POR QUE NÃO SER CADA VEZ MAIS ALGODÃO?


Movimento Sou de Algodão é iniciativa da Abrapa e parceiros para conscientizar consumidores das vantagens da fibra natural em relação à sintética. A competitividade do agronegócio brasileiro é indiscutível. A cada ano, conquistamos mais espaço na mesa e nas prateleiras de consumidores do mundo todo, concorrendo de igual para igual com grandes potências agrícolas, como Estados Unidos e China.

Está na mídia:

NIKE LANÇA NOVA LINHA SUSTENTÁVEL NO DIA DA TERRA


Em mais uma iniciativa do Move to Zero, posicionamento da Nike de redução de resíduo e de emissões de carbono, a marca lança a linha de sneakers Nike Crater Impact e a coleção Revival, feitas a partir de material reciclado.

Está na mídia:

ÓRGÃO QUE PROTEGE O CONSUMIDOR CHAMA H&M NA CHINCHA POR ENGANAR OS CLIENTES COM "COLEÇÃO CONSCIENTE"


Para a gigante do fast fashion H&M, uma linha chamada Conscious Collection parece ser a salvação da pátria. Por preços muito baixos, você pode comprar uma blusa de jersey, um vestido ou uma versão do mom jeans. Mas o que faz dessas roupas produtos conscientes? Se você buscar informação na etiqueta para entender essa equação, não vai encontrar muita coisa, já que a descrição do produto não mostra por que aquela peça é melhor do que qualquer outra que tiver à venda na loja. Não fica para o consumidor se a H&M está de fato se engajando na produção e no fornecimento sustentáveis, ou simplesmente se mostrando mais sustentável do que realmente é para vender mais.

Está na mídia:

MARCAS RENOVAM “ACORDO DE BANGLADESH” PARA PROTEÇÃO DE DIREITOS TRABALHISTAS


Em 2013, após o desastre do Rana Plaza, que resultou na morte de 1100 trabalhadores de pessoas devido às péssimas condições de trabalho nas fábricas de Bangladesh, mais de 200 marcas de moda mundiais se uniram para a criação de um acordo que protegia os direitos trabalhistas no país. Após um ano que voltou a agravar as situações precárias de trabalho no país, devido à pandemia, um novo acordo foi criado e renovado com duração de 26 meses.

Está na mídia:

MODA NATURAL: CONHEÇA QUAIS SÃO OS TECIDOS FEITOS DE ALGODÃO E SUAS CARACTERÍSTICAS


A Ecomaterioteca explica as características dos principais tecidos feitos de algodão, suas peculiaridades e quais os usos recomendados para cada um. O algodão tem uma história muito particular e importante no campo têxtil, já que foi uma das primeiras fibras vegetais cultivadas. Ele acompanha o homem desde a pré-história e se mantém presente entre os povos mais distantes. Os tecidos feitos de algodão misturam-se a tradições diversas, incensos, flores, oferendas, tilintar de sinos budistas, ao verde das paisagens ocidentais, aos coloridos das frutas e aos ritmos diversos.

Está na mídia:

ALGODÃO COLORIDO: DO NORDESTE AOS DESFILES INTERNACIONAIS DE LUXO


Já ouviu falar sobre algodão colorido? Não é um tecido feito de algodão e depois tingido de forma industrial. O algodão colorido é cultivado, em sua maioria, no sertão da Paraíba por uma agricultura familiar e ele não necessita colori já que nasce naturalmente em tons de bege, marrom e verde. Além disso, são orgânicos, sem irrigação e sem tingimentos, gera economia de 87,5% de água na cadeia produtiva têxtil de acordo com a Textile Exchange.

Está na mídia:

COMO A PANDEMIA E A VACINAÇÃO ESTÃO AFETANDO O VAREJO DE MODA


Em novembro de 2019, o descobrimento de um novo vírus chamou a atenção das autoridades. Em março do ano seguinte, a pandemia foi declarada pela Organização Mundial da Saúde. No ocidente, a Covid-19 estourou durante as semanas de moda de Milão e Paris. Alguns desfiles foram cancelados e jornalistas e compradores retornaram a suas casas antes do previsto.

Está na mídia:

NÚCLEO DE SUSTENTABILIDADE E ECONOMIA CIRCULAR DO SENAI


Fruto de uma parceria entre SENAI CETIQT e ABIT, o NuSEC foi criado com o intuito de desenvolver soluções que promovam a sustentabilidade e a economia circular como estratégia central para os negócios, através de geração de conhecimento e avaliação de dados sobre a indústria têxtil e de confecção brasileira.

Está na mídia:

CONCLUSÕES DA MODA DO RELATÓRIO DE MUDANÇA CLIMÁTICA DA ONU


O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas aumentou a aposta nesta semana para que o mundo controle as emissões e evite que os eventos climáticos extremos de hoje, agora definitivamente ligados à atividade humana, se agravem. Para a indústria da moda, a conclusão é uma mensagem inequívoca de que seus esforços para o clima estão muito aquém do desafio em mãos e que as empresas devem se mover mais rapidamente.

Está na mídia:

SHEIN: O QUE OS PREÇOS BAIXÍSSIMOS ESCONDEM?


Com vestidos custando módicos nove dólares e pares de tênis custando 12, a Shein tem levantado questionamentos sobre as condições de sua força de trabalho e produção desde que despontou no mercado há pouco mais de cinco anos. Foi durante a pandemia que a empresa chinesa chegou oficialmente ao Brasil e começou a chamar atenção, decolando meteoricamente ao longo dos últimos 12 meses, muito alavancada pelo alto investimento em mídia e publis, pelos hauls e vídeos de Youtubers de comprinhas da Shein.

Está na mídia:

A RELAÇÃO POLÊMICA DA MODA DE LUXO COM A MODA DA QUEBRADA


O óculos, ou lupa, no modelo “Juliet”, é uma das grandes tendências surgidas na quebrada, bem como as camisas de time como parte do vestuário casual e uma série de outras tendências. Mas isso não é um movimento necessariamente novo, no início dos anos 2000, o modelo Nike Shox, também chamado de “8 ou 12 molas”, só se tornou o fenômeno que foi no Brasil por ter virado uma peça desejo nas periferias, em um momento em que o preconceito com a periferia e seus ritmos era ainda muito maior do que hoje.

Está na mídia:

TÊXTIL REVOLUCIONÁRIO QUE CONTROLA O CALOR PRETENDE REDUZIR USO EXAGERADO DE AR-CONDICIONADO CONFORME AS TEMPERATURAS GLOBAIS AUMENTAM


No ano passado, um estudante de graduação da Universidade de Zhejiang, na China, vestiu um colete branco aparentemente simples e sentou-se sob a luz direta do sol por uma hora. A poucos metros de distância, pesquisadores monitoravam sua temperatura corporal com câmeras infravermelhas e sensores em sua pele. Metade do colete era feita de algodão comum.

Está na mídia:

RIACHUELO CRIA INSTITUTO PARA DESENVOLVER A CADEIA PRODUTIVA DO NORDESTE


Com mais de 70 anos de história, a companhia abre um espaço exclusivo para iniciativas de desenvolvimento social e econômico na região do Rio Grande do Norte, berço da produção da marca.

Está na mídia:

ALGODÃO COLORIDO NORTEIA A MODA SUSTENTÁVEL NO BRASIL COM DESFILE EM MILÃO


De olho em expandir a cadeia produtiva que vai do plantio ao desenvolvimento de novos fios, tecidos e peças de vestuário, algodão da agricultura familiar estreia na passarela internacional durante a Milan Fashion Week que acontece de 21 a 27 de setembro.

Está na mídia:

PRETOS NA MODA: COLETIVOS TRAZEM REPRESENTATIVIDADE PARA A MODA BRASILEIRA


Depois de 50 temporadas, a São Paulo Fashion Week foi repaginada — e não estamos aqui falando só de tendências de moda. Além do formato digital, quebrando a tradição das apresentações na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo, o evento ganhou representatividade.

Está na mídia:

ASSEMBLEIA APROVA PROJETO DE LEI DO DEPUTADO SALMITO QUE PROPÕE A CRIAÇÃO DO DIA DO DESIGNER DE MODA NO CEARÁ.


Durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (25/08), foi aprovado projeto de lei do deputado Salmito (PDT) que propõe a criação do Dia do Designer de Moda a ser comemorado dia 05 de setembro.

Está na mídia:

COMO A CAPA DO BATMAN: CALTECH CRIA COTA DE MALHA FLUIDA QUE FICA RÍGIDA SOB COMANDO


Uma equipe de pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) desenvolveu uma cota de malha que pode ficar rígida sob comando. Segundo o site The Byte, o “material de ficção científica” pode dar aos exoesqueletos uma flexibilidade sem precedentes, enquanto pode oferecer proteção ao usuário quando enrijecido.

Está na mídia:

OPORTUNIDADES NAS ALTERNATIVAS À SEDA


Investigadores e investidores estão a ser impelidos a focarem-se no desenvolvimento de alternativas à seda, depois de um estudo da Material Innovation Initiative descrever a seda como uma das matérias-primas com maior pegada ambiental, superior à do algodão, da poliamida e da lã.

Está na mídia:

COM APOIO DE RENNER E C&A, PROJETO APOIA OFICINAS DE COSTURA DE MIGRANTES


Por meio de seus institutos sociais, a Lojas Renner e a C&A se uniram para apoiar a nova etapa do programa Tecendo Sonhos, iniciativa de empreendedorismo da organização Aliança Empreendedora. O projeto tem como objetivo desenvolver e capacitar 18 oficinas de costura, localizadas em São Paulo e que pertencem a microempreendedores migrantes participantes da iniciativa.

Está na mídia:

O QUE O SEU JEANS DEIXA PARA TRÁS?


Grande parte dos jeans no modelo skinny contém uma mistura de algodão, poliéster e elastano, que virou “febre” entre as fabricantes pela capacidade de gerar o efeito de uma calça colada no corpo. Porém, a introdução de fibras sintéticas no denim não leva em consideração o impacto que elas podem gerar no meio ambiente quando peças são descartadas.

Está na mídia:

POR QUE A RELAÇÃO DE GRANDES MARCAS COM A PERIFERIA AINDA É DIFÍCIL?


Conversamos com pesquisadores e profissionais de moda e comunicação para entender a ligação de grifes com movimentos periféricos.

Está na mídia:

É FAST FASHION E NÃO É CRINGE: O AVANÇO GLOBAL DA CHINESA SHEIN


A Amazon, Zara, Boohoo e até a Renner que se cuidem. A Shein, discreta varejista chinesa de moda, pode estar passando sob o radar das concorrentes e do mercado, por enquanto, mas a geração Z está prestando muita atenção.

Está na mídia:

ARTISTAS INVESTEM EM MODA SUSTENTÁVEL E CONSCIENTE


A consciência em relação ao consumo tem guiado alguns artistas que investem de forma paralela no mundo da moda. Segundo a pesquisa mais recente sobre o tema, da Agência de Notícias CNI, apesar de apenas 38% dos consumidores estarem preocupados com os impactos da produção sobre o meio ambiente, um em cada três brasileiros está disposto a pagar mais caro por um produto fabricado de maneira ambientalmente correta.

Está na mídia:

A GRENDENE ESTÁ VERDADEIRAMENTE COMPROMETIDA COM O FUTURO


Todos os nossos produtos são feitos com materiais 100% recicláveis, atóxicos e livres de substâncias perigosas ou que possam causar alergia. Além disso, nossos calçados de PVC contêm até 30% de material reciclado (pré-consumo) e matéria-prima de origem renovável na sua composição.

Está na mídia:

C&A BRASIL IMPLANTA BLOCKCHAIN PARA SE APROXIMAR DOS FORNECEDORES


A rede de varejo C&A está aprimorando sua estratégia digital com o uso da tecnologia blockchain para fortalecer o relacionamento com os fornecedores de todo o país. Desenvolvida em parceria com a startup Blockforce, especializada na pesquisa e desenvolvimento da tecnologia, a iniciativa permite a integração – em tempo real – entre os sistemas da varejista e os de seus fornecedores, melhorando o monitoramento da produção de cada peça de forma clara, ágil e prática.

Está na mídia:

THE LYCRA COMPANY LANÇA SEUS PRIMEIROS FIOS FEITOS COM 100% DE RESÍDUOS TÊXTEIS


Em um novo passo no caminho da sustentabilidade, a The LYCRA Company acaba de lançar os seus primeiros fios feitos 100% de resíduos têxteis. Tratam-se dos fios sustentáveis COOLMAX® EcoMade e THERMOLITE® EcoMade, que resultam de uma colaboração estratégica com a ITOCHU Corporation, empresa japonesa de comércio e desenvolvimento de negócios internacionais, com força nos setores relacionados ao consumidor final, incluindo o setor têxtil.

Está na mídia:

VIRGIL ABLOH: O DESIGNER NEGRO MAIS DESEJADO DA ATUALIDADE E QUE ENCANTOU A LOUIS VUITTON


Aos 40 anos, Virgil Abloh é o designer negro de maior destaque no mundo atualmente — e acaba de dar mais um passo em direção ao trono. A LVMH, holding francesa de marcas de luxo como Louis Vuitton e Veuve Clicquot, acaba de comprar ações majoritárias da marca Off-White, criada pelo estilista em 2014. Virgil Abloh é primeiro diretor criativo negro da Louis Vuitton em 150 anos.

Está na mídia:

DENIM ENFRENTA AJUSTES RUMO À INOVAÇÃO E CIRCULARIDADE


Como uma das indústrias que mais consome água e energia, o denim tem enfrentado várias críticas na ótica da sustentabilidade. A GlobalData, empresa britânica especialista em análises e soluções inovadoras, afirma que o cenário está mudando à medida que aumenta a inovação e a circularidade.

Está na mídia:

PLATAFORMA DENUNCIA CONDIÇÕES DE TRABALHO DE GIGANTES DA MODA COMO NIKE E H&M


A pandemia foi brutal pra diversas marcas do varejo. Com lojas fechadas, muitas empresas viram seu faturamento cair drasticamente, forçando-as a rever seus modelos de negócio. O problema é que na hora de “ajustar” o lucro, muitas companhias renegociaram o salário de trabalhadores de países como Bangladesh, Camboja, Índia, Indonésia, Mianmar, Paquistão e Sri Lanka – uns dos principais polos têxteis do mundo! Entre as empresas que, apesar da Covid-19 tiveram lucro e mesmo assim cortaram a remuneração de seus fornecedores, estão a Nike, H&M e Primark.

Está na mídia:

NÃO-TECIDOS CRESCEM COM A PANDEMIA


A procura adicional para máscaras e têxteis médicos acelerou no ano passado, impulsionando as exportações de não-tecidos, onde a China continua a ser a grande fornecedora mundial. O crescimento, contudo, não deverá parar e nos próximos anos espera-se que o mercado para este tipo de produto continue a aumentar.

Está na mídia:

ALGODÃO ORGÂNICO PREPARA RECORDE


A última colheita, em 2019/2020, produziu a maior quantidade de algodão orgânico de sempre, num total de quase 250 mil toneladas. As previsões para 2020/2021 apontam para um novo crescimento, de 48%, respondendo a uma procura que se tem mantido consistentemente em alta.

Está na mídia:

FIBRA DE ALGODÃO AJUDA A TRANSFORMAR A VIDA DE BORDADEIRAS


O bordado é reconhecido como patrimônio cultural e imaterial do estado de Alagoas, por ser uma tradição regional transmitida de geração em geração, em geral de mães para filhas. O grande destaque deste artesanato se dá pela técnica do filé, que consiste na elaboração de uma rede constituída por uma linha 100% feita de algodão, esticada sobre um tear, onde os pontos com agulha resultam em peças decorativas e de vestuário.

Está na mídia:

SENAI CETIQT E FIOCRUZ TESTAM TECIDOS QUE PODEM SER 99,9% EFICAZES CONTRA DIVERSOS VÍRUS


Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com membros do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), testam novos tecidos que prometem filtrar até 99% das partículas virais. Os materiais são testados para diversos tipos de vírus, como os do sarampo, influenza, rubéola e o novo coronavírus. Segundo os cientistas, caso esses materiais sejam realmente eficazes, podem diminuir a disseminação de diversas doenças.

Está na mídia:

INDÚSTRIA TÊXTIL: FORÇA QUE IMPULSIONA A ECONOMIA DE MINAS GERAIS E DO BRASIL


A indústria têxtil e a moda, com toda a sua cadeia produtiva, tá com você no vestuário, tá nos calçados e bolsas, tá nas joias e bijuterias, tá presente em todos os momentos do seu dia a dia. Acordou? Ela tá na roupa de cama e tá no pijama. Vai para o banho? A toalha tá ali também. Vai se arrumar para sair ou trabalhar em casa? Pega a roupa e o calçado. Na hora do almoço tem a toalha de mesa. A indústria têxtil tá em tudo.

Está na mídia:

RELATÓRIO DIZ QUE MARCAS DE MODA SÃO "MUITO LENTAS" EM MATÉRIA DE SUSTENTABILIDADE E TRANSPARÊNCIA ÉTICA


O Fashion Transparency Index 2021 (Índice de Transparência da Moda 2021), que acompanha 250 das maiores marcas e retalhistas de moda do mundo, afirma que as empresas alcançaram uma transparência média de apenas 23% quanto às suas práticas de sustentabilidade, incluindo emissões de carbono, resíduos têxteis e remuneração dos trabalhadores.

Está na mídia:

THE NORTH FACE ANUNCIA NOVAS INICIATIVAS DE SUSTENTABILIDADE


A americana The North Face é a mais recente retalhista a anunciar novas iniciativas de sustentabilidade que irão transformar várias áreas dos seus negócios, desde o desenvolvimento de produtos à embalagem, e irão até mesmo envolver os clientes com um novo programa de devolução.

Está na mídia:

LENZING COLABORA COM A ORANGE FIBER PARA LANÇAR VISCOSE COM FIBRA DE LARANJA


O fabricante têxtil austríaco Lenzing fez uma parceria com a startup italiana Orange Fiber para integrar celulose da laranja na produção de fibra com a marca Tencel. A Orange Fiber possui um processo inovador que permite o uso da casca de laranja no desenvolvimento de novos materiais, que agora serão combinados com a fibra Tencel para a coleção “Limited Edition”.

Está na mídia:

POR QUE A RENNER COMPROU O BRECHÓ ONLINE REPASSA?


Quando captou quase R$ 4 bilhões, em maio deste ano, o mercado especulou sobre um grande alvo na mira da Lojas Renner. Nesta quinta-feira, 15 de julho, a companhia anuncia sua primeira aquisição: a pequena Repassa, um brechó online que revende peças de vestuário, calçados e acessórios usados.

Está na mídia:

RFIVE TRAZ SOLUÇÃO PARA O DESPERDÍCIO TÊXTIL


O projeto que junta a Recutex, a Fiavit e a Lurdes Sampaio transforma vestuário em fim de vida e sobras da confeção em novas fibras, que por sua vez vão tornar-se em malhas com valor acrescentado para a produção de roupas novas, respondendo ao desafio da economia circular.

Está na mídia:

INOVAFIL VAI CRIAR NOVAS FIBRAS A PARTIR DO LIXO TÊXTIL E AGRÍCOLA


A Inovafil é uma das empresas que integra o projeto europeu liderado pela H&M e pela Adidas, que tem como objetivo a produção de novas fibras têxteis a partir de desperdícios têxteis e agrícolas. O segredo, explica Rui Martins, CEO da Inovafil, é olhar para a roupa em fim de vida como uma matéria-prima, com vários componentes.

Está na mídia:

ABRAPA CONCLUI PRIMEIRA FASE DO PROJETO COTTON BRAZIL


Com o fim de mais uma rodada de encontros com potenciais compradores da pluma brasileira na Ásia, a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) encerra, esta semana, o primeiro ciclo do projeto Cotton Brazil. Fruto da parceria do setor produtivo com o governo federal, a iniciativa foi lançada em 2020 com o objetivo de promover internacionalmente a fibra produzida no Brasil e posicionar o País como maior exportador mundial de algodão até 2030.

Está na mídia:

O GERENTE DE SUSTENTABILIDADE TEM A PALAVRA – "O CERTIFICADO CISNE É UM EXCELENTE RECIBO"


Como gestor de sustentabilidade, é fantástico trabalhar em uma empresa que tenha um modelo de negócio para oferecer um serviço têxtil sustentável. Isso significa que a justificativa para reduzir nosso impacto negativo já está clara.

Está na mídia:

O PROTESTO DA LED NO SPFW


Junho foi um mês importante para lembrar que cada um nesse mundão possui suas diferenças e particularidades que são, sim, motivos para se orgulhar. Ainda precisamos evoluir muito como sociedade (e algumas pessoas, mais do que outras) para que seja apenas um momento de celebração, porque ainda temos muito pelo que lutar.

Está na mídia:

DESIGNER AMERICANO FAZ HISTÓRIA NA SEMANA DE ALTA COSTURA


O designer americano Pyer Moss será o primeiro estilista negro e americano a apresentar uma coleção na exclusivíssima Semana de Alta Costura de Paris.

Está na mídia:

ALTA COSTURA DIGITAL: POR QUE NÃO?


Leanne Young e Catty Tay, do IoDF falam sobre seu trabalho e os impactos na indústria da moda.

Está na mídia:

ESQUEÇA O CLOSET OSTENTAÇÃO: COM A ROUPA DIGITAL, SEU GUARDA-ROUPA VAI PRA NUVEM!


O futuro das roupas digitais na moda é a pauta da vez. De um lado, as pessoas acostumadas a ter a peça fisicamente não acham graça na novidade.

Está na mídia:

SPFW: VEJA AS MARCAS QUE REPRESENTARAM NO PRIMEIRO DIA


A semana de moda começou com temas que vão de regionalidade à tecnologia.

Está na mídia:

A MODA EXPERIMENTAL DA ÃO


A seleção de materiais e cores trazem uma satisfatória combinação estética que mistura tecnologia e sofisticação. Marina utilizou os tecidos tecnológicos da LOF para desenvolver peças com uma pegada mais esportiva e que colocam em foco amarrações, matelassês artesanais e volumes.

Está na mídia:

POR DENTRO DA EXPOSIÇÃO EM METAVERSO DE LUCAS LEÃO - VISITAMOS EM PRIMEIRA MÃO O METAVERSO DE ÍON E TE CONTAMOS A NOSSA EXPERIÊNCIA.


O designer Lucas Leão inaugura a exposição digital ÍON, em metaverso, nesta quinta. Já falamos sobre a exposição aqui quando ela foi anunciada, mas agora tive a oportunidade de conferir em primeira mão a experiência que Lucas Leão, o Brazil Immersive Fashion Week (BRIFW) e um time incrível de profissionais prepararam.

Está na mídia:

CONHEÇA AS ETIQUETAS PERSONALIZADAS DA PAPEL SEMENTE.


Etiquetas personalizadas são essenciais para transmitir as informações, missão e valores de uma marca a seus clientes. Elas são as responsáveis por dar instruções de uso aos consumidores, assim como evidenciar algum destaque da marca. Porém, depois do uso, muitas vezes estas etiquetas são descartadas e vão parar no lixo. A Papel Semente muda este cenário no Brasil há mais de nove anos. Com as etiquetas para roupas, produtos e ações de marketing da marca, elas podem ser plantadas em terra ao invés de jogadas fora.

Está na mídia:

RADAR FFW: CONHEÇA AS 8 MARCAS DO PROJETO SANKOFA - PROJETO VAI COLOCAR 8 MARCAS DE PROPRIEDADE RACIALIZADA PARA APRESENTAR SUAS COLEÇÕES NA SPFW.


O Radar FFW de hoje é um pouco diferente: ao invés de apresentar as últimas novidades da moda autoral nacional, hoje apresento as 8 marcas do Projeto Sankofa. Idealizado pelo VAMO (Vetor Afro-Indígena na Moda) e pelo Pretos Na Moda, o Sankofa é um projeto que vai colocar 8 marcas de pessoas racializadas nas próximas três edições da São Paulo Fashion Week, além de garantir mentorias e acompanhamento com marcas já veteranas do evento.

Está na mídia:

SAINT LAURENT E SEU MUNDO DE "ROCKSTARS" - ALFAIATARIA E ROCK'N ROLL, UMA COMBINAÇÃO CLÁSSICA E REVISITADA COM MUITA ATITUDE PARA OUTONO/INVERNO 2021


Com atitude de "Rockstar"a Saint Laurent apresentou hoje a sua nova coleção Outono/Inverno 2021, desenvolvida por Anthony Vaccarello vemos muitas referências dos primórdios do Rock, onde a alfaiataria padronizava, que depois se tornou forma de ressignificação através das misturas de estilos. Os modelos Lakeith Stanfield, Romeo Beckham e Dylan Robert foram os rostos da campanha , trazendo o mix de personalidades e estilo retratados na proposta da marca.

Está na mídia:

SUSTENTABILIDADE ESTÁ NA MODA: SAIBA COMO A INDÚSTRIA TÊXTIL PODE DIMINUIR IMPACTOS AMBIENTAIS

Referência no setor, Lunelli abraça a causa do movimento Sou de Algodão, apoiando o uso responsável e certificado da fibra em todas as etapas do seu processo produtivo.

Está na mídia:

MARCA FINLANDESA CRIA ROUPAS COM TECIDO SUSTENTÁVEL DE POLPA DE MADEIRA

A startup finlandesa Spinnova desenvolveu uma técnica para transformar polpa de madeira em um tecido sustentável que pode ser usado para fazer roupas. A ideia é buscar alternativas ao algodão, cuja produção exige grandes quantidades de água, e à viscose, que leva produtos tóxicos no processo de fabricação e deixa um rastro de microplásticos.

Está na mídia:

O lançamento é um convite para reflexão e ação em prol de uma moda justa e ética, que honre as pessoas e a natureza acima do lucro.

Elaborado novamente de acordo com as normas da Global Reporting Initiative (GRI), o relatório descreve o progresso da empresa em seus tópicos prioritários de sustentabilidade, como saúde humana e segurança ambiental, eficiência de recursos, fornecimento sustentável e administração de produtos, bem como diversidade & inclusão e gestão de talentos.

Está na mídia:

"Atualmente a fome atinge 19 milhões de brasileiros. Nosso papel como marca e agente transformador é minimizar esse impacto, o máximo que conseguimos." ...

Está na mídia:


“É difícil eu comprar roupas novas. E também é difícil eu dar”, confidencia a professora do curso de têxtil e moda da USP, Francisca Dantas Mendes, de 76 anos. “Eu me reciclo”, assume. Reinventar, reciclar, reaproveitar, transformar são palavras que estão constantemente em seu vocabulário, ao lado de estrangeirismos como upcycling, downcycling, fast fashion, slow fashion, craddle-to-craddle, cyclibility, design sustentável, roupas zero waste, revelando que sua especialidade é encontrar caminhos para que os resíduos da indústria têxtil sejam eliminados.

.